MÓDULO

USOS E USUÁRIOS DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS: CONSIDERAÇÕES BIOÉTICAS



INICIAR MÓDULO ATUALIZADO
APRESENTAÇÃO

Apresentaremos os aspectos relacionados ao surgimento da Bioética diante dos avanços tecnocientíficos, distinguindo ética fundamental de ética aplicada, assim como ética de moral. Trataremos da definição e do desenvolvimento da Bioética, em particular na América Latina, tendo por base as novas escolas voltadas para os menos desenvolvidos e mais vulneráveis, denominadas, no Brasil, “Bioética de Intervenção” e “Bioética de Proteção”. Abordaremos, também, o consumo e consumidores de substâncias psicoativas pela ótica da Bioética, em contraposição à moralidade e ao senso comum, geralmente vigentes na sociedade. Identificaremos, ainda, as tomadas de decisão relacionadas às substâncias psicoativas, salientando a necessidade da inclusão mais efetiva dessa discussão no campo Bioético.

Tempo estimado de estudo: 7 horas
AUTORES
  • Antonio Nery Filho

    Doutor em Sociologia e Ciências Sociais pela Universidade Lumière – Lyon 2, França. Professor Associado IV do Departamento de Patologia e Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Bahia/Núcleo de Bioética, Ética Médica e Conhecimento Humanístico (UFBA). Professor da Faculdade Ruy Barbosa. Fundador e Coordenador Geral do Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas (CETAD/UFBA). Médico e Psiquiatra.

  • Cláudio Fortes Garcia Lorenzo

    Graduado e mestre em Medicina pela Universidade Federal da Bahia e doutor em Bioética pela Universidade de Sherbrooke. Professor adjunto do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade de Brasília (UnB), professor do Programa de Pós-Graduação em Bioética da UnB e professor do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UnB. Membro do Conselho Diretor da RedBioética para a América Latina e Caribe da UNESCO. Ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Bioética. Médico.

  • Maria de Fátima Diz Fernandez

    Pós-Graduada em Enfermagem Neonatológica pela Universidade Federal da Bahia e mestre em Enfermagem pela mesma universidade. Professora Assistente do Departamento de Medicina Preventiva e Social – Núcleo de Bioética, Ética Médica e Conhecimento Humanístico da UFBA. Enfermeira.