MÓDULO

ADICÇÃO A DROGAS COMO PATOLOGIA DA VONTADE E AS NOVAS VERSÕES DA BIOLOGIZAÇÃO DO SOCIAL

APRESENTAÇÃO

Este módulo problematiza os limites de modelos explicativos sobre o campo da adicção a drogas circunscritos a perspectivas biologizantes, apresentando as releituras biológicas que situam a vontade enquanto categoria patológica reduzida a processos cerebrais. Situa tais abordagens como reedições de práticas biopolíticas de naturalização da mente e da condição humana.

Tempo estimado de estudo: 15 horas
CONTEUDISTAS
  • Maria Gabriela Curubeto Godoy

  • Rogério da Costa Fortes